• Dias Úteis

    9h - 18h

  • Sábado

    9h - 13h

  • Domingo

    Fechado

Wilma Perucas

alopecia

Setembro: mês de conscientização da Alopecia

Setembro é um mês com muitas datas importantes como, por exemplo, prevenção do suicídio e ainda outras que levantam temas que ajudam muitas pessoas. Porém com tantas assuntos em pauta, alguns acabam ficando um pouco esquecidos. Por isso vim aqui hoje, falar um pouco sobre a conscientização da Alopecia Areata, que também acontece em setembro. Aqui na Wilma Perucas recebo muitos clientes e também familiares de pacientes com essa patologia. É preciso falar sobre o assunto para apoiar essas pessoas, e conscientizar o público em geral.

A escolha do mês de setembro foi feita pela National Alopecia Areata Foundation” (NAAF). Uma fundação dos Estados Unidos, que apoia pesquisas para investigação da cura ou tratamento da Alopecia Areata. A NAAF, assim como eu e muitos outros profissionais, entendemos a importância da conscientização da doença, para diminuir o preconceito e ainda ajudar as pessoas a conviverem com a doença. Se tiver interesse em conhecer mais sobre a NAAF, vale a pena visitar o site deles. 

Como sei que muitos ainda têm muitas dúvidas sobre a Alopecia, separei abaixo algumas informações importantes. 

O que é Alopecia Areata?

Alopecia Areata é uma doença imunológica e autoimune que leva a perda de cabelos ou pelos repentinos em áreas do couro cabeludo ou outras partes do corpo como, por exemplo, barba, sobrancelhas, braços, pernas e cílios. Nessa patologia, o sistema imune cria anticorpos, por engano, contra o próprio corpo e, então, os anticorpos atacam os folículos pilosos. A Alopecia pode acometer tanto em homens quanto mulheres, e em qualquer idade. Porém, a maioria dos pacientes, desenvolvem a doença antes dos 30 anos.

O que causa a Alopecia Areata?

Mesmo com muitos estudos, ainda não há uma causa definida para a Alopecia. Mas já se sabe que ela pode ser causada pela genética aliada à algum outro fator como, por exemplo, estresse, infecções, medicamentos e outros. Esses são como “gatilhos”, que “impulsionam” para o desenvolvimento da doença. É um problema que atinge cerca de 1 a 2% da população brasileira. É muito importante dizer,  que a Alopecia Areata não é contagiosa, e que o preconceito das pessoas só prejudicam o tratamento e a rotina dos pacientes. 

Quais são os tipos de Alopecia Areata? 

A alopecia pode se desenvolver de diferentes tipos:

  • Alopecia areata em placas (formam-se áreas arredondadas sem cabelo no couro cabeludo);
  • Alopecia Areata Total perda de todo o cabelo no couro cabeludo);
  •  Alopecia Areata Universal (perda de todos os fios do couro cabeludo e do corpo). Apenas 5% das pessoas com a doença, evoluem para perda de todos os pelos.

Qual o tratamento?

O médico dermatologista é quem vai dar o diagnóstico da Alopecia Areata, e o tratamento pode ser feito por meio de injeções, medicamentos cutâneos ou orais,  terapia com luz ultravioleta e outros. No entanto, mesmo no caso de perda de cabelos menos ou mais intensa, infelizmente não está claro o quanto o tratamento pode ajudar a fazer o cabelo crescer novamente. 

Devido a perda dos fios, muitas mulheres passam por períodos difíceis e até mesmo problemas emocionais e psicológicos, pela não aceitação da nova condição física. E é para ajudar essas mulheres a recuperar a autoestima e proporcionar mais qualidade de vida, que a Wilma Perucas atua desde 1960, oferecendo as melhores soluções especializadas para mulheres que sofrem com a perda dos cabelos. Com as nossas perucas e próteses capilares, resgatamos de forma natural e elegante a autoestima das nossas clientes.

Espero ter contribuído para vocês entenderem um pouquinho mais sobre a alopecia. Se gostou deste artigo, vai gostar de ler também: Protese capilar: o que é?

Siga também nosso FacebookInstagramTwitterYoutube – Pinterest  e fique por dentro de novidades, promoções e dicas. 

Publicar um comentário